Tudo nosso

Tudo que era meu, era seu. Meu refúgio, sua prisão. Meu caminho, seu desvio. Minha liberdade, suas correntes. Meu amor, seu rancor. Minha alegria, sua dor. Tudo que era seu, era meu. Mas nada era nosso.

Tudo que era meu, era seu

Tudo que era meu,

era seu.

Meu refúgio, sua prisão.

Meu caminho, seu desvio.

Minha liberdade, suas correntes.

Meu amor, seu rancor.

Minha alegria, sua dor.

Tudo que era seu,

era meu.

Mas nada era nosso.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *