Turbilhão

É sempre turbilhão... Pensar em você é abrir mão do chão, me perco em labirintos e você nem se toca, simplesmente não existo -e nem desisto-, certeza que ainda morro disso.

É sempre turbilhão

É sempre turbilhão…
Pensar em você é abrir
mão do chão
me perco em labirintos
e você nem se
toca
simplesmente não
existo
-e nem desisto.-
Certeza que ainda morro disso.

 

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *